SINTTARAD-RPR

Sindicato dos Técnicos, Tecnólogos, Auxiliares em Radiologia, Radiodiagnóstico, Radioterapia, Medicina Nuclear, Radiologia Industrial e Diagnóstico por Imagem de Ribeirão Preto e Região

NOSSA HISTÓRIA


No final do ano de 2004, o Sintaresp veio para Ribeirão Preto, para realizar uma Assembléia Geral, que tinha em pauta a abertura de uma sub-sede em nossa cidade Ribeirão Preto, que também atende a região. Com a ajuda da CUT, conseguimos um espaço para montarmos a sub-sede do sindicato e começarmos a travar as nossas lutas, que no inicio foi focada nas terceirizações fraudulentas, onde os patrões quase que obrigavam os trabalhadores a pedir demissão, e estes continuavam na empresa como firma de prestação de serviços. Com muita luta e coragem, conseguimos reverter o caso em inúmeros hospitais, clinicas e institutos, a fim de fazer com que os patrões registrem., paguem o salário e insalubridade corretos para a categoria.

No dia 08 de maio de 2006, fica marcado na historia do Sinttarad RPR, a fundação de nosso sindicato, uma entidade comandada para os trabalhadores da área radiológica e um grande instrumento de luta na Região de Ribeirão Preto. Visamos ampliarmos os nossos direitos, combater os maus patrões, terceirização fraudulentas e buscarmos por novas conquistas, benefícios, conhecimentos e qualificações na área radiológica e fazer valer os nossos direitos trabalhistas. É fundamental a participação de todos para a busca e fortalecimento da nossa categoria, procure se filiar ao Sindicato. Quanto mais filiados, mais fortalecido o sindicato se torna.

Um abraço a todos os técnicos, tecnólogos e auxiliares de radiologia.

Diretoria do Sinttarad – RPR

BASE TERRITORIAL


1. Altinópolis  2. Américo Brasiliense  3. Aramina 4. Barrinha  5. Batatais 6. Boa Esperança do Sul 7. Brodowski  8. Caconde  9. Cajuru 10. Cândido Rodrigues 11. Casa Branca 12. Cássia dos Coqueiros 13. Colômbia 14. Corumbataí 15. Cravinhos 16. Cristais Paulista 17. Descalvado 18. Divinolândia 19. Dourado 20. Dumont 21. Embaúba 22. Fernando Prestes 23. Franca 24. Guaíra 25. Guará 26. Guariba 27. Guatapará 28. Ibaté 29. Igarapava 30. Ipuã 31. Itirapina 32. Ituverava 33. Jardinópolis 34. Luís Antônio 35. Miguelópolis 36. Mococa 37. Morro Agudo 38. Nova Europa 39. Nuporanga 40. Orlândia 41. Patrocínio Paulista 42. Pedregulho 43. Pirassununga 44. Pitangueiras 45. Pontal 46. Porto Ferreira 47. Pradópolis 48. Restinga 49. Ribeirão Bonito 50. Ribeirão Corrente 51. Ribeirão Preto 52. Rincão 53. Sales Oliveira 54 Santa Cruz da Esperança 55. Santa Cruz das Palmeiras 56. Santa Gertrudes 57. Santa Lúcia 58. Santa Rita do Passa Quatro 59. Santa Rosa de Viterbo 60. Santo Antônio da Alegria 61. São Carlos 62. São Joaquim da Barra 63. São José da Bela Vista  64. São José do Rio Pardo 65. São Simão 66. Serra Azul  67. Serrana 68. Sertãozinho  69. Taiaçu 70. Taiúva  71.  Tambaú   72. Tapiratiba  73.  Taquaral  74.  Vargem Grande do Sul  75. Viradouro  76. Vista  Alegre do  Alto 60. Santo Antônio da Alegria 61. São Carlos 62. São Joaquim da Barra 63. São José da Bela Vista 64. São José do Rio Pardo 65. São Simão 66. Serra Azul 67. Serrana 68. Sertãozinho 69. Taiaçu 70. Taiúva 71. Tambaú 72. Tapiratiba 73. Taquaral 74. Vargem Grande do Sul 75. Viradouro 76. Vista Alegre do Alto

CATEGORIAS


Profissional dos Técnicos, Tecnólogos e Auxiliares em Radiologia, Radiodiagnóstico, Radioterapia, Medicina Nuclear, Radiologia Industrial e Diagnóstico, por Imagem e Terapia nos Hospitais, Filantrópicos, Indústrias, Universidades, Clínicas, Clínicas Odontológicas, Seviços Veterinários, Portos e Aeroportos, Medicina de grupo, Empregados Temporários.

DIRETORIA


A sociedade brasileira de um modo geral não conhece verdadeiramente a história do movimento sindical e a importância que o mesmo teve na organização da classe trabalhadora para reivindicar ao longo dos anos melhores salários, condições de trabalho dignas e direitos. Na linha evolutiva do sindicalismo brasileiro tivemos grandes lutas de resistência contra a terceirização, exploração e o autoritarismo, e até hoje leis e mais leis e mida para tentar manchar a imagem de lutas e conquistas.
Marcelino Silvestre dos Santos
Diretor Presidente
O sindicalismo hoje sofre constantes ataques dos setores conservadores e neoliberais que buscam enfraquecer as estruturas de defesa da classe trabalhadora para precarizar as relações de trabalho, explorar a mão-de-obra, reduzir direitos e impor uma agenda recessiva. Contra tudo isto, nós, do movimento sindical, continuamos resistindo; e contar a nossa história de lutas e conquistas é fundamental para a sociedade brasileira nos apoiar.
Deniz Vinicius de Sá
Diretor Tesoureiro
O movimento sindical brasileiro, unificado, histórico e atuante, defende o trabalho decente e age de forma coerente contra a adoção de medidas políticas que tiram direitos da classe trabalhadora como, por exemplo, a nefasta reforma trabalhista.
Para o Brasil sair da “lista suja” da OIT, os governantes e empresários precisam respeitar o sindicalismo e os direitos da classe trabalhadora.
Secretário Geral

Participe Inscreva-se

Fique sabendo do que acontece em nossa categoria. Assine e fique sempre informado!

    • Rua Vicente de Carvalho 364 - Sala 201 vila Seixas – Ribeirão Preto – SP
  • Telefone: (16) 3904-8920
  • Email: sinttaradrpr@hotmail.com
  • Nosso horário: Seg - Sex 09:30 ás 11:30 e das 13:00 ás 17:00

copyright 2019 @ Todos os direitos reservados. Design by ARDDESIGN